Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Pesquisadora do CETEM apresenta trabalho em Conferência europeia de terras-raras na Grécia

Publicado: Terça, 20 de Junho de 2017, 15h39 | Última atualização em Sexta, 21 de Julho de 2017, 14h47 | Acessos: 676

A pesquisadora Ellen Cristine Giese participou, de 28 a 31 de maio de 2017, do ERES 2017 - 2nd Conference on European Rare Earth Resources, realizado em Santorini, Grécia.

No evento, a pesquisadora apresentou, na forma de pôster e oral, o trabalho "Lanthanide separation by chemically modified bacteria biomass", de autoria de Ellen Cristine Giese; Caio Silveira Jordão e Marisa Nascimento. Na apresentação do trabalho foram ressaltados os resultados relativos ao uso da biossorção como uma etapa no processo de separação e extração de terras-raras. A biossorção tem sido utilizada como um processo alternativo de troca-iônica que vem sendo testado na recuperação de elementos terras-raras a partir de soluções diluídas. Os processos convencionais, os quais compreendem extração líquido-líquido (solventes) ou sólido-líquido (troca iônica), ainda não estão bem estabelecidos e suas tecnologias necessitam desenvolvimento, visto que os produtos relacionados a essas commodities têm alto valor agregado.

A biossorção consiste em um processo remoção de íons através de interações eletrostáticas, formação de complexos, troca iônica e reações de precipitação que podem ocorrer na superfície celular. Com esta intenção, a biomassa de fungos, algas e bactérias têm sido estudadas quanto a sua capacidade de biossorção de terras-raras.

O ERES 2017 foi a segunda edição da conferência européia sobre terras-raras organizada pela EURARE e EREAN e reuniu 210 pesquisadores do mundo inteiro especialistas em diferentes temáticas envolvendo a cadeia produtiva de terras-raras.

registrado em:
Fim do conteúdo da página