Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Projetos Financiados por Agências e/ou Recursos Públicos > Microscopia correlativa multiespectral para uma economia mais circular
Início do conteúdo da página

Microscopia correlativa multiespectral para uma economia mais circular

Publicado em Terça, 08 de Janeiro de 2019, 00h00 | Atualizado em Sexta, 27 de Março de 2020, 10h48 | por Super User | Acessos: 752

Pesquisador responsável: Otávio da Fonseca Martins Gomes
Patrocínio: FAPERJ
Prazo: 2019 -2021
Valor financiado: R$ 89.426,00
Parcerias: Museu Nacional/UFRJ

A mineração do futuro será voltada para a extração de metais a partir de jazidas minerais polimetálicas e de minérios urbanos, especialmente, resíduos de equipamentos elétricos e eletrônicos (lixo eletrônico). Devido à complexidade desses materiais, precisamos inovar nas técnicas de caracterização para desenvolver processos eficientes de extração de metais e, consequentemente, promover uma economia mais circular.

O presente projeto visa continuar o desenvolvimento do sistema de microscopia correlativa do Laboratório Multiusuário de Caracterização Tecnológica do CETEM a fim de utilizá-lo no desenvolvimento e controle de processos de extração de metais de lixo eletrônico e aproveitamento de rejeitos minerais. Pretende-se agregar a capacidade multiespectral, na faixa de luz visível e infravermelho próximo, à microscopia de luz refletida e à de catodoluminescência para o reconhecimento, através de inteligência artificial, de fases minerais e sintéticas com composições químicas similares, além de fases orgânicas.

A mesma configuração analítica será usada para estudar como o fósforo se liga ao mineral goethita nos minérios de ferro, um problema que limita as fontes de ferro para siderurgia e ainda não foi solucionado a despeito dos esforços de diversos grupos de pesquisa no mundo. O fósforo é deletério à produção de aço, a compreensão dos mecanismos de seu carreamento em goethita poderá permitir o desenvolvimento de rotas de processo para a sua remoção, tornando viáveis novas fontes de ferro para siderurgia.

Fim do conteúdo da página